Orçamento

Newsletter # 24

Nesta Newsletter você poderá ler:
1. Relato da Rota 66: Henrique
2. Relato da Rota 66: Lotufo
3. Relato da Rota 66: Fernando e Isabela

 



  • henrique2.html

    Relato da Rota 66: Henrique

    Henrique Nery, de Ribeirão Preto, conta as emoções e experiências obtidas em sua viagem conosco para a Rota 66, pilotando uma incrível BMW. Confira abaixo:

    “Realmente a viagem pela Rota 66 é algo que marca o curriculum de qualquer motociclista brasileiro. No meu caso particularmente jamais imaginei que faria essa viagem a bordo de uma BMW R 1200 GS igual a que faço meus passeios aqui pelo Brasil. Foi uma empreitada fabulosa mesmo porque já estou na casa dos 66 aninhos e fiquei preocupado se resistiria todo o trajeto, mas foi sem problemas em virtude das mudanças constantes do panorama.


    A minha emoção foi inexplicável, pois a cada dia descortinava uma aventura e paisagens que somente conhecia através dos filmes americanos onde aparecia o velho oeste. Estar no Grand Canyon, Monument Valley e outras paisagens deslumbrantes é indescritível. Por essa razão, meus amigos motociclistas, deem uma pausa nas suas atividades e vão para a Route 66. Só posso dizer uma coisa: A AVENTURA VALEU A PENA”.

    - Henrique Nery

  • Lotufo.html

    Relato da Rota 66: Lotufo

    A bordo de uma Harley-Davidson Electra Glide, Lotufo conta para nós sua incrível versão da aventura pela Rota 66, realizada em setembro de 2011. Detalhe para a emoção contagiante do relato!

    “Relatar momentos da viagem realizada neste último mês de setembro, pelo oeste americano, incluindo passagens pela Route 66, não é uma tarefa fácil, principalmente pelo fato de não se conseguir traduzir em palavras as fortes emoções vividas naquele período.


    Para quem gosta de motos, viagens, paisagens, estradas, fotografia e é adepto a uma boa aventura, com sensação de liberdade total, que é meu caso, só precisei preparar as malas e contar os dias, e olha que foram muitos, pois os ingredientes dessa jornada já estavam prontos nesse roteiro.

     

     
     

    O mais surpreendente para mim foi a sensação do tempo voando, mais rápido que as nossas próprias motos, o dia se acabava rapidamente e a vontade se sentar novamente na minha HD era cada vez maior. A média de 400 km e a previsão de 8 a 9 horas diárias de estrada foram “engolidas” num piscar de olhos. Percebi desde os primeiros instantes sobre as duas rodas, abolindo a previsão inicial de que percorreríamos horas e horas até chegar em algum lugar aprazível e de descanso merecido. Ao contrário disso, a cada trecho pilotado, se renovava o espírito aventureiro, as paisagens que envolviam nosso caminho eram a todo instante de uma beleza indescritível, as estradas mudando constantemente de direção, nível e de condições, me levaram a uma constante sensação de querer cada vez mais.Extasiado pela visão de tantas belezas durante os trajetos, chegávamos aos pontos de visitação. Por mais que não pudesse crer, devido tudo aquilo que acabava de ver nos trechos percorridos, me via diante de colossos naturais como o Grand Canyon, Bryce Canyon, Monument Valley, Rio Colorado… 

    Nunca em tão pouco tempo lembrei de tantas pessoas. Pai, mãe, esposa, filhos, a imagem dos rostos de amigos de décadas, desde meus primeiros dias de motociclismo, em 1972, amigos do Colégio Marista e tantos outros que fizeram e fazem parte da minha vida. A expressão “Lavar a Alma” pode ser empregada literalmente nessa viagem, pois é exatamente o sentimento de estar limpo, leve, de bem com o mundo e abençoado por Deus.


    Detalhe, os amigos que compartilhei efetivamente todos os momentos nessa viagem, somado aos novos conquistados, estarão eternizados na minha lembrança, numa das mais lindas e loucas aventuras realizadas”.

    - Luiz Alfredo Alcaide Lotufo

    Que tal você pilotando pela Rota 66? Acesse o site da Apex Travel e prepare-se para a experiência mais inesquecível da sua vida!

  • Fernando.html

    Relato da Rota 66: Fernando e Isabela

    Pilotando juntos pela Rota 66, o casal Fernando e Isabela narram na íntegra a experiência e as sensações que tiveram neste incrível ícone norte-americano. Confira abaixo os detalhes da viagem:

    “Nossa viagem foi fantástica, com muito calor, frio e momentos inusitados. Passamos pelo início da Rota 66 pegando a pista rápida de Los Angeles com muito calor e o pessoal se acostumando com as suas máquinas.


    No caminho de Palm Springs, passamos por uma paisagem muito bonita, mas o que valeu naquela estrada foram as curvas gostosas de fazer em uma HD de 420 kilos.


    Depois de Palm Springs, foi a vez de entrarmos de vez no deserto. Chegamos a pegar 48 °C passando pelo parque Joshua Tree e Deserto de Mojave para chegarmos a Laughlin e claro Roy’s, início da Rota 66. Três das cinco mulheres em caronas passaram mal e foram pegar um refresco na van de apoio, mas nada que desabonasse a participação na aventura.

     

    Depois destas duas grandes passagens, o resto foi simplesmente maravilhoso, com grandes vistas, passeios inesquecíveis, brincadeiras do grupo que se uniu de forma plena. Passamos pelo Grand Canyon, Bryce Canyon, Oatman, Monument Valley e, claro, Las Vegas, o mais esperado.


    Para quem tem filho pequeno, tudo lembrou o filme Carros em que o McQueen se perde neste espaço perdido dos EUA na Rota 66.


    Tudo foi excepcional, fantástico, maravilhoso e cercado de companheiros de viagem sensacionais que se transformaram em amigos. Sempre que vemos as fotos e filmes, ficamos saudosos e queremos retornar e iremos com certeza. Ano que vem, iremos para outro passeio em outro ponto dos EUA, mas a Rota 66 foi a primeira e será a nossa inesquecível aventura. Espero fazê-la de novo e de preferência com o mesmo grupo que participei nesta, recheada de amigos”.

    - Fernando Portella e Isabela Valente

    Acesse o site da Apex Travel e confira as próximas saídas e o nosso roteiro pela Rota 66. Pilote você também por essa aventura!

Cadastre-se