Orçamento

Newsletter # 23

Nesta Newsletter você poderá ler:
1. Roy's Cafe
2. Relato de viagem - Rota 66: Carlão
3. Sturgis Bike Week



  • Cafe.html

    Roy's Cafe

    A Rota 66 foi uma das principais estradas dos Estados Unidos, e a primeira a atravessar de leste a oeste seu país. Em 1985 foi desativada devido a alguns trechos não estarem tão bem conservados, e até atrasados em relação às novas rotas criadas.

    Por ser um grande ícone do país, a estrada sempre foi muito utilizada como cenário de filmes e seriados, que marcaram época e retratavam a liberdade de poder rodar pelo mundo, sem roteiro ou planejamento, apenas vivendo o que a vida proporcionava.

    Hoje, um dos trechos mais preservados dessa estrada histórica está na Costa Oeste, onde também se localizam as paisagens mais bonitas e os principais pontos de parada para os viajantes.

    O Roy’s Café, talvez o mais famoso ponto de parada dos viajantes da Rota 66, localiza-se próximo a Amboy, na Califórnia, cidade fantasma no meio do deserto de Mojave.

    Pelo fato do deserto de Mojave ser muito inóspito e as cidades da região serem muito distantes umas das outras, o ponto do Roy’s Café se torna um importante e estratégico ponto de parada, pois a próxima cidade está a 50km e não há nada no meio do caminho.

    Utilizado como plano de fundo de diversos filmes o café pegou fama internacional e hoje é um posto de serviços completo, inclusive tendo um hotel com alguns quartos para os viajantes descansarem, que está passando por reformas.

    É um ponto muito legal para quem quer saber como é a experiência de comer um hambúrguer duplo, com bastante queijo e um copo grande de refrigerante, ao melhor estilo norte-americano.

    A Rota 66 foi uma das principais estradas dos Estados Unidos, e a primeira a atravessar de leste a oeste seu país. Em 1985 foi desativada devido a alguns trechos não estarem tão bem conservados, e até atrasados em relação às novas rotas criadas.

    Por ser um grande ícone do país, a estrada sempre foi muito utilizada como cenário de filmes e seriados, que marcaram época e retratavam a liberdade de poder rodar pelo mundo, sem roteiro ou planejamento, apenas vivendo o que a vida proporcionava.

    Hoje, um dos trechos mais preservados dessa estrada histórica está na Costa Oeste, onde também se localizam as paisagens mais bonitas e os principais pontos de parada para os viajantes.

    O Roy’s Café, talvez o mais famoso ponto de parada dos viajantes da Rota 66, localiza-se próximo a Amboy, na Califórnia, cidade fantasma no meio do deserto de Mojave.

    Pelo fato do deserto de Mojave ser muito inóspito e as cidades da região serem muito distantes umas das outras, o ponto do Roy’s Café se torna um importante e estratégico ponto de parada, pois a próxima cidade está a 50km e não há nada no meio do caminho.

    Utilizado como plano de fundo de diversos filmes o café pegou fama internacional e hoje é um posto de serviços completo, inclusive tendo um hotel com alguns quartos para os viajantes descansarem, que está passando por reformas.

    É um ponto muito legal para quem quer saber como é a experiência de comer um hambúrguer duplo, com bastante queijo e um copo grande de refrigerante, ao melhor estilo norte-americano.

    Nas proximidades há uma cratera formada pela queda de um asteróide que tem 70 km² de área, que segundo estudos, caiu a mais de 600 anos. É um ótimo local de visitação para quem estiver passando por ali.

    Confira os pacotes da Apex Travel e conheça esse ícone nos Estados Unidos.

  • relato.html

    Relato de viagem - Rota 66: Carlão

     
    "É um prazer poder dividir minha experiência, que passo abaixo a relatar:

    Foram 12 dias de muita aventura, emoção e organização.

    Desde o encontro no Aeroporto de Guarulhos já iniciamos nossa boa impressão sobre a viagem e o que nos esperava nos próximos dias.

    Fomos apresentados aos outros integrantes, recebemos nosso KIT (camiseta e boné) e começamos ali mesmo a discutir os rumos que nos levariam a “Route 66”.

    Ao chegarmos a Dallas/TX, fomos devidamente orientados pelo Gabriel, e todo o processo traumático de entrada nos EUA passou sem maiores problemas.

    Ao chegarmos em Los Angeles/CA, fomos reunidos em um grupo e seguimos direto para o hotel, lá deixamos nossas bagagens, e seguimos direto para a loja da Harley, onde tivemos acesso a muitos acessórios e roupas da marca, com preços muito interessantes. Dali seguimos para uma outra loja onde foi possível a compra de produtos de outras marcas e por preços excelentes!

    No dia 29/08 fomos a Eaglerider, pegar a motos, que estavam impecáveis, limpas e prontas para 3.000 km de estrada.

    Pessoal atencioso e muito simpático, de lá fomos direto para nossa grande aventura!

    Palm Springs, Laughlin, Grand Canyon, Monument Valley, Bryce Canyon, Las Vegas e o retorno para Los Angeles/CA.

    Foram dias de alegria, entretenimento, diversão, muito boas acomodações, e uma assistência da APEX de tirar o chapéu.

    Ao chegarmos a cada hotel lá vinha o Gabriel com nossas chaves e as informações necessárias para nos sentirmos seguros e em casa! Sempre nos orientava sobre tudo que era necessário, nos sentimos seguros e confiantes durante todo o passeio. Os guias foram implacáveis, sempre dispostos e atentos, a Gladys na Van e o Marc na frente do pelotão.

    As expectativas foram superadas, e em muito nessa viagem, todas as previsões feitas em relação ao atendimento da APEX atingiram a nota máxima, 10!

    Obrigado APEX, estaremos juntos em outras viagens com toda a certeza, e recomendo a todos que façam essa rota (com a APEX é claro!) pois além da tradição para os motociclistas e a beleza das paisagens, a segurança indispensável em qualquer viagem de moto, foi passada durante todos os dias da viagem deixando tudo mais fácil sendo possível apreciar tudo, mas tudo mesmo.

    Gostaria de comentar um fato que realmente foi muito relevante ocorrido durante a viagem. No deserto de Mojave, a mais de 48 Graus centígrados, encontramos um grupo que estava no Roy’s Café com um problema muito grande. Um de seus integrantes estava muito mau, como no local não havia estrutura, o Gabriel tomou a sábia decisão de rebocar a moto desse motociclista, bem como levá-lo na Van que acompanhava o grupo até o primeiro local onde pudesse receber socorro, o que de fato foi necessário. O espírito de companheirismo acompanhado de bom senso, visto a situação, demonstram a qualidade dos profissionais da APEX, pois mesmo sem qualquer obrigação colocou-se o ser humano na frente de qualquer coisa. Parabéns Gabriel pela decisão e pela atitude, nesses casos e que conhecemos as verdadeiras virtudes do ser humano.

    Carlos Alberto Alves da Silva – Carlão"

    Quer ter a experiência de pilotar na Rota 66? Acesse o site da Apex Travel e confira nossas saídas!

  • SBW.html

    Sturgis Bike Week

    O Sturgis Bike Week Motorcycle Rally é um encontro anual realizado no primeiro fim de semana de agosto, na cidade de Sturgis em Dakota do Sul.

    A primeira edição do evento foi realizada em 1938, e organizada pelo Motoclube Jackpine Gyspsies, através de seu fundador Clarence “Pappy” Hoel, que ainda organiza os e opera as pistas e áreas em que será realizado o evento. Até hoje Pappy é lembrado e aclamado pela multidão de espectadores.

    No início o evento tinha a duração de dois dias e era mais focado na corrida e nos saltos realizados pelos competidores. Sua primeira edição reuniu 19 participantes na corrida em uma pista de 800 metros.

    O evento ocorre anualmente e já vai seguir para a sua edição de número 72, e só foi interrompido durante a 2ª. Guerra Mundial.

    Nos tempos modernos, houve uma revitalização no motociclismo e um novo grupo de fãs de interessaram por rallys ao estilo antigo. Com isso o número de participantes foi aumentando em rallys cássicos como o Sturgis.

    A maioria dos participantes das edições do Sturgis são pessoas que trazem suas famílias para acompanhar as festividades e também passar essa cultura para seus filhos. Com a vinda de famílias, um grande número de participantes viaja até próximo a cidade de Sturgis, em motorhomes e nos últimos kilometros pegam suas motocicletas para chegar pilotando ao evento. Com isso muitos participantes começaram a usar camisetas e jaquetas dizendo “Eu pilotei até o meu Sturgis”, com a data e a edição em que participaram, ano após ano.

    Hoje o evento já muito grande e reúne pessoas de vários países, apaixonados por Harleys eprincipalmente, motos. Uma semana inteira é dedicada a esses malucos por duas rodas. Vários shows e performances são apresentados, além de muitas atrações para quem pretende passar a semana por ali.

    O evento é muito interessante para quem quer entender e vivenciar um pouco do amor à motocicleta ao melhor estilo norte-americano, com muitas festividades e encontros de motociclistas que vêm de todos os cantos do mundo.

    Acesse o site da Apex Travel e confira a locação de motos nos Estados Unidos.

     
     
     
     

Cadastre-se